terça-feira, 12 de abril de 2011

Marinha do Brasil recebe em visita Delegações de Marinhas Estrangeiras da LAAD



Chegada da Delegação Estrangeira para visita à Corveta “Barroso”



No dia 11 de abril, a Marinha do Brasil recebeu integrantes de Delegações de Marinhas Estrangeiras participantes da LAAD (Latin America Aero Defense) no Rio de Janeiro. Foram três os locais visitados: Corveta “Barroso” (V34), Navio-Patrulha “Macaé” (P70) e Fábrica de Munição Alte Jurandyr da Costa Muller de Campos. O propósito das visitas foi proporcionar conhecimentos adicionais sobre a Força e seus meios.



Comandante da Corveta “Barroso” e Delegação Estrangeira no passadiço do navio


Na Corveta “Barroso”, os Delegados puderam constatar o elevado grau de nacionalização dos equipamentos de bordo, destacando-se os seguintes: Sistema de Controle Tático; Sistema de Medidas de Apoio à Guerra Eletrônica; Sistema de Controle e Monitoração da Propulsão, Auxiliares e de Controle de Avarias; Sistema de Lançamento de Torpedos; Sistema de Lançamento de Despistadores de Mísseis e Sistema de Governo. Segundo o Comandante do navio, Capitão-de-Fragata Alexander Reis Leite: “a Corveta Barroso é o mais novo navio escolta da Marinha do Brasil e seu índice de nacionalização é de, aproximadamente, 65%, o que acarreta em melhor custo benefício”.

Navio-Patrulha “Macaé”


O Navio-Patrulha “Macaé”, também visitado pela delegação, agrega modernos sistemas nacionais em sua estrutura, como o Sistema de Controle e Monitoramento de Máquinas (SCM) e o Terminal Tático Inteligente (TTI). Tem por tarefas atuar na fiscalização das Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), desenvolvendo atividades de Patrulha Naval, Inspeção Naval, salvaguarda da vida humana no mar, fiscalização de poluição marítima e proteção dos campos de petróleo no mar, além de contribuir para a segurança do tráfego marítimo nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu