terça-feira, 22 de março de 2011

Ministro diz que posição brasileira sobre ataque à Líbia é 'coerente'

José Eduardo Cardozo disse que Brasil é 'soberano nas suas relações'.
Governo brasileiro pediu cessar-fogo de bombardeios à Líbia.



Débora Santos Do G1, em Brasília

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta terça-feira (22) que a posição brasileira contrária aos bombardeios na Líbia não interfere na relação com países, como Estados Unidos e França, que lideram o ataque. A intenção da ofensiva, autorizada pela ONU, é impedir que tropas do ditador Muammar Kadhafi ameacem a segurança de civis.

“O Brasil está sendo absolutamente coerente com as posturas que historicamente têm. Nós temos relações com os países que tem postura diferente da nossa e nós temos a posição brasileira e isso não modifica em absolutamente nada o quadro internacional que está posto. Um país que é soberano se faz respeitar nas suas relações internacionais e é o caso do Brasil”, disse o ministro da Justiça, durante evento no Conselho Nacional de Justiça.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (21), o governo brasileiro pediu um "cessar-fogo o mais breve possível” e lamentou as mortes ocorridas na Líbia por causa do conflito. Comandadas pelos Estados Unidos, as forças de coalizão têm a participação também de militares do Reino Unido, França, Canadá, Itália, Qatar e Bégica.

Os bombardeios a posições líbias começaram no último sábado (19), durante a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao Brasil. No entanto, o governo brasileiro só divulgou posicionamento oficial sobre o ataque na segunda, depois da partida de Obama.

O ministro da Justiça negou que a divulgação da nota tenha tido relação com a agenda do presidente norte-americano no Brasil. “Não creio que exista qualquer conexão entre fatos, visitas e o posicionamento. O Brasil é um país que se governa pela sua postura, pelos seus princípios e as divulga como um país soberano habitualmente deve fazer”, declarou Cardozo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu