sábado, 8 de maio de 2010

Dia da Vitória - PARANÁ

Os paranaenses que estiveram pela Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial celebraram antecipadamente os 65 anos do Dia da Vitória, data em que os alemães se renderam e o conflito foi encerrado. A cerimônia aconteceu ontem na Praça do Expedicionário, em Curitiba. O Dia da Vitória ocorreu em 8 de maio de 1945.


No evento estavam presentes, além dos pracinhas, familiares e representantes das Forças Armadas. Do total de expedicionários brasileiros que lutaram junto dos países aliados, 1.542 eram paranaenses. Vinte e oito deles não voltaram para casa, entre eles o sargente Max Wolf Filho, morto no dia 12 de abril de 1945.

O Dia da Vitória representou muito para a paz mundial e ficou marcado em cada um dos brasileiros que esteve na Europa durante o conflito. “Não podemos deixar esta data cair no esquecimento.

O Dia da Vitória não faz parte apenas da história do Brasil, mas da história mundial. Estes são nossos heróis mundiais”, afirma Valderez Archegas Ferreira, presidente da Legião Paranaense do Expedicionário e filha do coronel Persio Ferreira, já falecido.

O pracinha Geraldino Werner, um dos voluntários da Força Expedicionária Brasileira, lembra perfeitamente como foram os últimos momentos da Segunda Guerra Mundial. Ele estava no segundo ataque em Monte Castelo.

“Do dia 20 para 21, uma patrulha ‘suicida’ fez o reconhecimento do Monte Castelo, para depois o batalhão avançar. Eu chamo de suicida porque não sabíamos o que tinha pela frente. Nesta perdemos dois homens”, relembra Werner.

O ex-combatente ficou 76 dias na neve, sem tomar banho, para conseguir a meta traçada. Werner escreveu uma biografia, que está no Museu do Expedicionário de Curitiba.

O espaço também abriga suas medalhas e diploma. O museu fica na Praça do Expedicionário, no bairro Alto da XV, e possui um rico acervo, como fotografias, filmes, mapas, uniformes, armas, livros e ilustrações sobre a participação brasileira na guerra. O Museu do Expedicionário está aberto ao público, com visitação de terça à sexta-feira, das 10h às 12h e 13h às 17h; sábados e domingos, das 13h às 17h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu