segunda-feira, 22 de março de 2010

Ex- Combatentes da II Guerra Mundial recebem homenagem no Congresso

Ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial foram homenageados nesta segunda-feira (15) em uma sessão solene no Congresso. A cerimônia foi realizada no Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. O Major-Brigadeiro-do-Ar Ricardo Machado Vieira representou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Juniti Saito.

A Força Aérea Brasileira participou da Segunda Guerra Mundial por meio do envio à Itália do Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA), que lutou pela libertação daquele país. No Brasil, aeronaves da FAB ficaram responsáveis pela vigilância da costa brasileira.


Dos 30 ex-pracinhas homenageados, 24 vieram do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Eles chegaram à Base Aérea de Brasília a bordo de uma aeronave C-99 da Força Aérea Brasileira (FAB). Os veteranos de guerra seguiram, então, para o Congresso Nacional em uma carreata com diversos carros utilizados no conflito, entre eles uma Viatura Blindada de Combate M8 pertencente ao 16º Batalhão Logístico de Brasília. O comboio foi escoltado por 10 batedores do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília.

A sessão solene foi coordenada pela Frente Parlamentar Mista de Revalorização Histórica da Força Expedicionária Brasileira, cujos objetivos são homenagear a memória daqueles que tombaram em combate durante a II Guerra Mundial e lutar pela valorização do soldado brasileiro e das Forças Armadas.

“A data é muito importante para nós, pois do efetivo da Força Expedicionária Brasileira (FEB) convocada para ir à Itália, 80% não tinha nem o curso primário. Foram as pessoas mais modestas deste país que participaram efetivamente do conflito. E em termos de guerra, o resultado mais positivo alcançado proporcionalmente foi o dos brasileiros”, afirma o Capitão Divaldo Medrado, representante dos pracinhas na sessão.


Fonte: Ministério da Defesa

Um comentário:

  1. Nós filhos de ex- pracinhas agradecemos as homenágens,mas oque realmente queriamos era o reconhecimento em vida daqueles que cuidamos e amparamos até a morte e que o país fez muito pouco.
    Rosane valdivia
    filha do cabo Lourenço Miguel Valdivia que esteve na campanha da Itália 1944-1945

    ResponderExcluir

Quem sou eu